Ainda Baía e o Euro2004

BlocoDaBarra 06/25/2012 Comentários desativados em Ainda Baía e o Euro2004

excepcionalmente, porque o tema é de actualidade, vou ‘reabrir’ este blogue com mais uma ‘estória (verídica) da bola’.

vítor baía e luís filipe scolari têm sido tema de actualidade esta semana devido à decisão do segundo ter excluído o primeiro, segundo o aqui segundo a mando de pinto da costa, dos trabalhos da selecção nacional de futebol no período 2003-2008.

a verdadeira, definitiva e última versão sobre a questão é esta:

a contratação de scolari foi feita em madrid por gilberto madail acolitado pelo, na altura ‘boss’ europeu da ‘nike’, hoje todo-poderoso presidente do ‘barcelona’, sandro rossel e…, imaginem!!!, por jorge nuno pinto da costa!!!…

foi este último que na época se queria ver livre de vítor baía, por conflitos com josé mourinho, que pediu então a ‘felipão’ que este não convocasse o guarda-redes azul-e-branco.

mudam-se os tempos, mudam-se as vontades…, lá diz o bom e sabedor povo português.

passados uns meses já, no ‘fc do porto’, nuno espírito santo não dava suficientes garantias a josé mourinho pelo que havia de recuperar rapidamente baía.

foi então que surgiu a primeira convocatória de scolari…sem, obviamente, vítor baía.

foi nessa altura que à boa maneira portista, quando a convocatória foi tornada pública, os altos comandos portistas se indignaram com o seleccionador brasileiro por este, vejam só!, não ter convocado o melhor guarda-redes europeu!!!…

a partir desse momento, escusado será dizer, luís filipe scolari meteu uma cruz no nome de pinto da costa e, por tabela, do ‘fc do porto’.

parafraseando um famoso diálogo do filme ‘casablanca’, foi o início de uma feia e conhecida inimizade…

 

Original de António Boronha em antonioboronha.com

Comments are closed.